Aconteceu quando afiliadas compraram a Copa do Nordeste de 2017 para 2018. Aconteceu quando a matriz comprou um Fla-Flu valendo título carioca. E seguiu acontecendo com o anúncio da compra dos direitos de transmissão em TV aberta até 2022 da Libertadores. O SBT é alvo de memes e piadas (e até brinca com isso) sobre como seriam suas aventuras no esporte.

Flash da Jequiti, Silvio Santos comentando, Casos de Família como mesa redonda. Zoeiras não faltam. Mas elas expressam o que o SBT fez no esporte: perdeu uma geração. Eu acho as piadas engraçadas, mas eu aprendi a ver futebol justamente no SBT nos anos 1990. Ou melhor: em uma época que tinha futebol na Band, SBT, Globo, Record, Manchete, Gazeta, e, eventualmente,  Cultura.

INSCREVA-SE EM NOSSO NOVO CANAL NO YOUTUBE

Eu vi o futebol ser tratado com seriedade pelo SBT. Vi algumas das principais competições do planeta passando pela emissora de Silvio Santos, com destaque para Copas do Mundo (transmitidas entre 1986 e 1998, todas, das quais lembro dessa última), Olimpíadas (vi Atlanta-1996), Copa do Brasil (com exclusividade entre 1995 e 1997, compartilhada com a Globo em 1998), entre outros torneios.

Portanto, eu sei o que é o futebol no SBT. O máximo que rolou de bizarro foi o Ratinho comentando em 2003, numa noite marcada ainda pela guerra de liminares com a Globo pelos direitos de transmissão do Paulistão, no qual o jogo marcado era Ponte Preta x Palmeiras, mas, para proteger o canal de Silvio Santos, a organização do evento aproveitou uma chuvinha meia boca para adiar o duelo até sair uma liminar favorável à emissora paulista. Não contente, o SBT decidiu exibir um Corinthians x Portuguesa que era exclusivo da TV paga, com Ratinho e tudo.

SBT x Globo: a briga histórica que marcou o Paulistão 2003

Ah, e tivemos (aí por consequência direta do Ratinho) uma Mercosul com jogos ao vivo transmitidos apenas no segundo tempo. Afinal, em 1998, o SBT conseguiu tirar Carlos Massa da Rede Record, tinha o apresentador como maior estrela das noites, e ele estreava justamente em período de propaganda eleitoral gratuita, com a grade toda prejudicada.

Libertadores 2020: lista de jogos que podem ser transmitidos pelo SBT

Foram os maiores problemas de uma emissora que tem crédito porque resgatou a Copa do Brasil, transformou um campeonato pela mídia em grande produto, com altos índices de audiência. Que fez o Torneio Rio-São Paulo ressurgir com força em 1997. E que criou vários produtos interessantes em tempos de calendário (ainda mais) maluco. Copa dos Campeões Mundiais, Taça Maria Quitéria, Festival Brasileiro de Futebol, Torneio de Verão. O importante era ser criativo e manter o futebol na grade.

Mas havia ali competições da Conmebol também. Não como uma Libertadores. Mas havia. Em 2020, uma história riquíssima do SBT com o futebol renasceu justamente com a oportunidade de viver o seu auge. Em um primeiro momento, virão as críticas, as piadinhas, a desconfiança.

Futebol sem Globo: relembre casos que ficaram marcados na História

Mas profissionais são profissionais em qualquer lugar, não importa a camisa que vistam. O desafio agora é fazer acontecer um trabalho bom, que possa levar ao torcedor brasileiro da melhor maneira possível as emoções da Libertadores. Sem bagunça com grade, sem desrespeitar a paixão pelo esporte, trazendo de um jeito novo a mesma competência demonstrada lá em 1995, quando a emissora deu picos de 54 pontos no Ibope com o Corinthians campeão na final diante do Grêmio.

Há, no entanto, uma geração inteira que não conhece o futebol do SBT. Que está zoando, tentando imaginar como seria. Mas que está aí para ser conquistada com uma abordagem completamente distinta ou pelo menos renovada após anos de predomínio da Globo.

Boa sorte ao SBT.

LEIA MAIS
– Opinião: Bloqueio de praça em plena pandemia é um completo absurdo
– Corinthians x Fortaleza rende audiência recorde no Brasileirão 2020 à Globo SP
– Por que o futebol na TV virou uma bagunça no Brasil?
– Globo x Turner: nova liminar proíbe TNT de mostrar jogo do Flamengo
– Mata-mata menor derruba média de audiência do Paulistão na Globo
– Globo x Turner: Brasileirão começa com bagunça histórica na televisão
– Veja quanta audiência o Flamengo deu na Globo RJ em 2019
– Brasileirão na TV: qual seria o modelo ideal para venda dos direitos?
– Análise: Globo terá que incentivar liga de clubes se MP do Futebol virar lei

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS:

Twitter:

https://twitter.com/allansimon91

Facebook:

https://www.facebook.com/jornalista.allansimon/