O Brasileirão 2020 começa hoje com um cenário absolutamente confuso para o torcedor que vai acompanhar uma competição no meio de uma pandemia que já matou praticamente 100 mil pessoas no Brasil, terá jogos com portões fechados, a primeira rodada incompleta, e incerteza sobre transmissões na televisão.

A menos de 24 horas do início da competição, o primeiro jogo do Brasileirão 2020 não tem transmissão em mídia alguma porque nem Globo, nem Turner quiseram transmitir. Fortaleza x Athletico Paranaense  era um dos 56 jogos que a TNT poderia exibir por contrato, afinal, são dois times que fecharam acordos com a empresa pelos direitos de TV por assinatura.

Mas, por causa da MP 984/2020, que determinou o direito de transmissão aos mandantes, a Turner preferiu reservar Palmeiras (com quem tem contrato) x Vasco (que possui acordo com o SporTV) na rodada de abertura da competição. Por ter escolhido esse e mais 12 jogos que envolvem times fechados com o Grupo Globo na TV paga, a empresa está sendo alvo de ação na Justiça da concorrente.

INSCREVA-SE EM NOSSO NOVO CANAL NO YOUTUBE

Palmeiras x Vasco acabou adiado por causa da final do Paulistão, que também acontece hoje, mais um fator que esvazia o início do Brasileirão 2020. Com isso, a primeira briga direta na Justiça entre Globo e Turner acabou postergada também.

Mas essa brecha de tempo não fez a Turner mudar de ideia para exibir Fortaleza x Athletico, que não terá PPV porque a Globo não tem contrato com o Furacão nesta mídia, e entende que a MP não é válida sobre os contratos assinados antes de sua edição pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em junho deste ano. Ou seja, um jogo que era figurinha certa na tabela de jogos da TNT e do EI Plus acaba ficando no escuro, sem transmissão alguma, pior do que era antes da medida provisória.

Falando em TNT, até o presente momento, quase 1h da manhã de 8 de agosto de 2020, a emissora sequer anunciou transmissão do Brasileirão 2020. Assinantes da Sky e OiTV relataram que o jogo Coritiba x Internacional aparece no guia de programação do canal. Na Vivo TV, nada. No site oficial, um espaço em branco na grade no horário do jogo, 19h30. Em outro site da TNT, aparece “Futebol ao vivo”, sem descrição de jogo e campeonato. O torcedor das duas equipes não sabe ainda se poderá ver o jogo na TV por assinatura. Essa partida, pelo menos, está garantida no Premiere.

A primeira rodada do Brasileirão tem apenas sete jogos no fim de semana. Além de Palmeiras x Vasco, também foram adiados Corinthians x Atlético-GO e Botafogo x Bahia, ambos por causa de finais estaduais. A Globo tinha reservado o jogo do Timão para exibição em TV aberta para SP. Precisou tirar Goiás x São Paulo da exclusividade do Premiere para tapar esse buraco.

Deu sorte porque fechou aos 44 do segundo tempo um acordo com o Red Bull Bragantino em todas as mídias. Com isso, terá exclusivo no PPV o duelo da equipe contra o Santos na Vila Belmiro, que estava previsto como um caso de “apagão” até três dias antes de sua realização. Assim, recoloca um duelo importante para os paulistas no Premiere.

Quem viu a edição 2019 e acompanhou as discussões sobre TV paga também sabe que ano passado a Globo usou uma estratégia que irritou a Turner ao transmitir em TV aberta os mesmos jogos da TNT. Pois, em 2020, isso mudou. Além da empresa norte-americana ter fugido disso escolhendo partidas de seus times como mandantes diante de adversários fechados com o SporTV, a própria Globo surpreendeu  e passou a usar dentro da casa essa estratégia.

Depois de passar 2019 jogando no canal por assinatura partidas de times como Avaí, CSA e Chapecoense, que lideraram o ranking de transmissões e foram rebaixados, a Globo mudou a forma de escolher jogos do SporTV e passou colocar nele jogos que também serão exibidos em TV aberta. É o caso já de Flamengo x Atlético-MG, neste domingo (9), às 16h. O duelo vai para o Brasil inteiro, menos São Paulo e Goiás, na Globo, e também para o país todo, exceto Rio de Janeiro, no SporTV.

A estratégia vai se repetir nas primeiras rodadas, com SporTV e Globo mostrando as mesmas partidas algumas vezes. Pode parecer um “canibalismo” pela audiência, mas não é. O canal pago pode ter mais audiência do que teve ano passado mostrando jogos muito menos interessantes ao público geral.

Ao Premiere, a primeira rodada não é nada dos sonhos para quem precisa recuperar uma perda de assinantes por causa da pandemia, do desemprego e da perda de renda de milhões de brasileiros. O Flamengo, maior atração junto com o Corinthians no ano passado, vai ter transmissão de Globo e SporTV. O próprio Corinthians não joga, nem o Palmeiras. O São Paulo precisou ser transferido para a TV aberta. Sobrou Santos x Red Bull Bragantino como exclusivo em SP.

No RJ, o Vasco acabou tendo jogo adiado por causa do Palmeiras na final do Paulistão. O Fluminense joga contra o Grêmio fora de casa com transmissão do SporTV. E o Botafogo também não joga, já que o Bahia é outro finalista de estadual no fim de semana.

Exclusividade total mesmo do Premiere na rodada de estreia: Sport x Ceará e Santos x Red Bull Bragantino, e, TALVEZ, um Coritiba x Internacional, caso a Turner decida não transmitir.

Saiba onde assistir aos jogos da primeira rodada do Brasileirão 2020

Sábado – 8 de agosto

19h – Fortaleza x Athletico Paranaense: lugar nenhum
19h30 – Coritiba x Internacional: Premiere e TNT (a confirmar)
21h – Sport x Ceará: Premiere

Domingo – 9 de agosto

16h – Flamengo x Atlético-MG: Globo (menos SP e GO), SporTV (menos RJ) e Premiere
16h – Goiás x São Paulo: Globo (só SP e GO) e Premiere
16h – Santos x Red Bull Bragantino: Premiere
19h – Grêmio x Fluminense: SporTV (menos RS) e Premiere

A definir: 

Corinthians x Atlético-GO
Palmeiras x Vasco
Botafogo x Bahia

LEIA MAIS
– Veja quanta audiência o Flamengo deu na Globo RJ em 2019
– Futebol sem Globo: relembre casos que ficaram marcados na História
– Brasileirão na TV: qual seria o modelo ideal para venda dos direitos?
– Análise: Globo terá que incentivar liga de clubes se MP do Futebol virar lei
– SBT x Globo: a briga histórica que marcou o Paulistão 2003