Este Blog mostrou no mês de maio que as oitavas de final da Copa do Brasil se transformaram em um território praticamente dominado pelos times que disputam a Libertadores desde que eles voltaram a jogar os dois torneios na mesma temporada, em 2013. E a edição deste ano confirmou a regra.

Exatamente como nas duas últimas edições, em 2017 e 2018, a fase terminou com sete classificações de times que entraram como participantes do torneio continental. Apenas um foi eliminado: o São Paulo, que caiu diante do Bahia. O Tricolor baiano foi a resistência pelo segundo ano consecutivo. Eliminou o Vasco em 2018, quando o Gigante da Colina também vinha da Libertadores da América.

Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Atlético Mineiro, Athletico Paranaense, Cruzeiro e Internacional avançaram de fase na Copa do Brasil. Desses sete, apenas o Galo não sonha ainda com a conquista da Libertadores também nesta temporada. Ou seja, são seis times brigando até por uma tríplice coroa, já que também disputam o Brasileirão no segundo semestre. Porém, mesmo o time mineiro ainda pode ganhar uma taça continental: a Copa Sul-Americana.

O Bahia terá de novo uma missão muito complicada: repetir o feito do Cruzeiro de 2017, que foi o único time não participante da Libertadores a se classificar para as quartas de final da Copa do Brasil. A Raposa acabou campeã do torneio nacional daquele ano. Em 2018, o time baiano parou no Palmeiras nas quartas de final. Agora, aguarda para saber quem terá que desafiar na próxima tentativa de chegar às semifinais.

Confira abaixo como foram os rendimentos dos times que disputam Libertadores e Copa do Brasil no mesmo ano nas oitavas de final do torneio nacional desde 2013: 

2013: Corinthians (eliminou o Luverdense), Palmeiras (eliminado pelo Athletico Paranaense), Fluminense (eliminado pelo Goiás), Atlético (eliminado pelo Botafogo) e Grêmio (eliminou o Santos)

Balanço: 5 clubes da Libertadores; 2 classificados e 3 eliminados na estreia
Campeão: Flamengo, que veio da primeira fase, contra o Athletico Paranaense, idem.

* O Vasco entrou diretamente nas oitavas de final sem ter disputado a competição continental porque o São Paulo, participante da Libertadores, tinha vaga garantida também na Copa Sul-Americana como atual campeão. Na época, os clubes só poderiam jogar uma das competições no segundo semestre: Copa do Brasil ou Copa Sul-Americana.

2014: Atlético (eliminou o Palmeiras), Cruzeiro (eliminou o Santa Rita-AL), Athletico Paranaense (eliminado pelo América-RN), Botafogo (eliminou o Ceará), Flamengo (eliminou o Coritiba) e Grêmio (excluído da competição contra o Santos após caso de racismo contra o goleiro Aranha)

Balanço: 6 clubes da Libertadores; 4 classificados e 2 eliminados na estreia
Campeão: Atlético, que veio da Libertadores, contra o Cruzeiro, idem.

2015: Cruzeiro (eliminado pelo Palmeiras), Atlético (eliminado pelo Figueirense), São Paulo (eliminou o Ceará), Corinthians (eliminado pelo Santos) e Internacional (eliminou o Ituano)

Balanço: 5 clubes da Libertadores; 2 classificados e 3 eliminados
Campeão: Palmeiras, que veio da primeira fase, contra o Santos, idem.

* O Fluminense, que entrou diretamente nas oitavas de final, preencheu vaga porque o Brasil teve apenas cinco representantes na Libertadores. O Tricolor carioca não disputou a competição continental.

2016: Corinthians (eliminou o Fluminense), Palmeiras (eliminou o Botafogo-PB), São Paulo (eliminado pelo Juventude), Atlético (eliminou a Ponte Preta) e Grêmio (eliminou o Athletico Paranaense)

Balanço: 5 clubes da Libertadores; 4 classificados e 1 eliminado
Campeão: Grêmio, que veio da Libertadores, derrotando o Atlético na final, idem.

* O Internacional não disputou a Libertadores, mas também entrou diretamente nas oitavas de final porque o Brasil não colocou seis times na competição continental naquele ano.

2017: Chapecoense (eliminada pelo Cruzeiro), Palmeiras (eliminou o Internacional), Grêmio (eliminou o Fluminense), Santos (eliminou o Paysandu), Flamengo (eliminou o Atlético-GO), Atlético Mineiro (eliminou o Paraná), Botafogo (eliminou o Sport) e Athletico Paranaense (eliminou o Santa Cruz)

Balanço: 8 clubes da Libertadores; 7 classificados e 1 eliminado
Campeão: Cruzeiro, que veio da primeira fase, vencendo na final o Flamengo, que veio da Libertadores.

* Atlético-GO, Paysandu e Santa Cruz entraram diretamente nas oitavas de final por conquistarem, respectivamente, a Série B, a Copa Verde e a Copa do Nordeste em 2016, devido a uma mudança no regulamento da Copa do Brasil, prática mantida até hoje.

2018: Grêmio (eliminou o Goiás), Corinthians (eliminou o Vitória), Cruzeiro (eliminou o Athletico Paranaense), Palmeiras (eliminou o América-MG), Santos (eliminou o Luverdense), Flamengo (eliminou a Ponte Preta), Vasco (eliminado pelo Bahia) e Chapecoense (eliminou o Atlético Mineiro)

Balanço: 8 clubes da Libertadores; 7 classificados e 1 eliminado
Campeão: Cruzeiro, que veio da Libertadores, vencendo na final o Corinthians, idem.

* América-MG, Luverdense e Bahia entraram diretamente nas oitavas de final por vencerem Série B, Copa Verde e Copa do Nordeste. 

2019: Grêmio (eliminou o Juventude), Palmeiras (eliminou o Sampaio Corrêa), Flamengo (eliminou o Corinthians), Cruzeiro (eliminou o Fluminense), Athletico Paranaense (eliminou o Fortaleza), Internacional (eliminou o Paysandu), Atlético Mineiro (eliminou o Santos) e São Paulo (eliminado pelo Bahia).

Balanço: 8 clubes da Libertadores; 7 classificados e 1 eliminado

* Fortaleza, Paysandu e Sampaio Corrêa entraram diretamente nas oitavas de final por vencerem Série B, Copa Verde e Copa do Nordeste.