O São Paulo teve até agora seis jogos do Brasileirão transmitidos pela Globo SP em 25 rodadas disputadas. O número não é ruim. O líder em exposição em TV aberta para o público da região metropolitana da capital, o Palmeiras, teve só duas partidas a mais. Santos e Corinthians tiveram sete, cada um. A quantidade está equilibrada. O problema é a qualidade. A torcida tricolor é a única que não pode até agora ver um clássico transmitido fora do PPV (pay-per-view) nesta edição do Campeonato Brasileiro.

Enquanto a emissora transmitiu os duelos Santos 1 x 0 Corinthians, no dia 12 de junho, Corinthians 1 x 1 Palmeiras, em 4 de agosto, e Santos 2 x 0 Palmeiras, na última quarta-feira (9), os confrontos do São Paulo contra esses três rivais ficaram só no Premiere.

Foram quatro até agora, e mais um já está reservado como exclusivo da plataforma de PPV do Grupo Globo: será o jogo contra o Palmeiras, no dia 30 de outubro, uma quarta-feira. O duelo, que será realizado no Allianz Parque, está agendado para as 19h30.

A última chance é o jogo contra o Santos, também fora de casa, na 33ª rodada. A CBF só detalhou a tabela com datas, horários e transmissões até a anterior, então ainda não é possível saber se até lá a Globo SP vai optar por esse clássico, por Bahia x Palmeiras ou Corinthians x Internacional.

No Premiere, o torcedor são-paulino que paga para ver o Brasileirão teve acesso à derrota para o Corinthians por 1 a 0 em 26 de maio, ao empate com o Palmeiras no Morumbi em 1 a 1 no dia 13 de julho, e às vitórias sobre Santos (3 a 2, em 10 de agosto) e Corinthians (1 a 0, no último domingo, 13 de outubro) também em seu estádio.

Para quem não teve clássicos transmitidos, o São Paulo ostenta uma bela média de audiência até aqui no Brasileirão. São 23,8 pontos no Ibope na região metropolitana de SP. O Santos, que teve partidas contra Corinthians e Palmeiras exibidas pela emissora, tem 22,6 pontos de média. O Verdão, também com dois clássicos, tem 24,4. O Timão, idem, lidera com 26,6.

Se excluídos os clássicos da conta, o Corinthians passa a ter média de 24,2 pontos no Ibope. O Palmeiras cai para 21,5. E o Santos desaba para 19,8. Os 23,8 pontos do São Paulo passam a ser muito bons nesse contexto.

O segredo da audiência do São Paulo é a fidelização e regularidade do público na TV. São apenas três pontos de diferença entre o jogo mais assistido e o de pior Ibope alcançado pelo Tricolor em SP no Brasileirão. Foram 22 pontos contra o Goiás, no dia 1º de maio, e 25 nos duelos contra Vasco e novamente diante do Goiás, em agosto e setembro, respectivamente.

O Palmeiras, por exemplo, marcou 28 pontos contra o Flamengo (seu jogo mais visto fora os clássicos) e 17 contra o Athletico Paranaense (em um sábado à tarde). O Corinthians, sem contar os duelos diretos contra os rivais paulistas, obteve no máximo 26 pontos também diante do Rubro-Negro carioca, mas registrou 22 diante do Fluminense, em setembro.

LEIA MAIS
– Quanto custava um ingresso para a inauguração do Morumbi em 1960? 
– Quanto custava o Peg & Fale Gol, celular oficial dos times paulistas em 2001?

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS:

Twitter: https://twitter.com/allansimon91

Facebook: https://www.facebook.com/jornalista.allansimon/