A seção “Quanto Custava?” dá um tempo nas camisas dos anos 1980 para falar de uma ação de marketing que marcou o começo do século 21. Há 18 anos, surgia o Peg & Fale Gol, uma linha de celulares pré-pagos que a Telesp Celular lançou em conjunto com Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Guarani, Ponte Preta e Portuguesa. No post de hoje, vamos relembrar os preços e também como ele funcionava.

O Peg & Fale Gol era uma edição temática de futebol de uma marca comercial de telefonia pré-paga que já existia desde alguns anos antes. A Telesp Celular é a atual Vivo. No portfólio da época, existia também o Baby. A grande diferença para o Peg & Fale “regular” é que a versão dos clubes vinha completamente personalizada. O celular, um Motorola V2260, ganhava uma capa frontal do clube desejado pelo cliente.

Mas a personalização com cores e escudo não era a única vantagem que o torcedor apaixonado poderia encontrar naquela nova marca. A Telesp Celular também concedia gratuitamente ao cliente um serviço de mensagens em torpedos SMS com as notícias do clube escolhido.

Anúncio do Peg & Fale Gol na Placar em 2001

Tinha mais: recarregando quatro vezes com R$ 50 em um prazo de até seis meses após a ativação da linha, o usuário ganhava uma camisa oficial do time. E o Peg & Fale Gol também possuía horários bem típicos de descontos no minuto das chamadas: quartas-feiras das 20h às 0h, e sábados e domingos durante o dia todo enquanto rolassem o Campeonato Paulista e o Brasileirão.

Foto encontrada no Mercado Livre mostra o kit do Peg & Fale Gol

O aparelho da Motorola também permitia acesso ao “WAAAP”, marca que a Telesp Celular colocava em seu serviço de internet WAP na telefonia móvel. Era possível mandar e receber e-mails, acessar algumas informações do trânsito, e navegar em sites adaptados para esse formato.

Também eram inclusas todas as demais ofertas que o Peg & Fale comum oferecia aos clientes da operadora, como caixa-postal e identificador de chamada. Apresentado o Peg & Fale Gol, vamos agora ao que interessa.

– Quanto custava comprar um Peg & Fale Gol do meu time do coração?

Encontramos um anúncio da Telesp Celular de abril de 2001 na revista Placar, e ainda consultamos o site da loja oficial da operadora, que ainda está disponível no Wayback Machine, portal que armazena páginas históricas da internet desde os anos 1990.  O preço era de R$ 299.

Usando o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), inflação oficial medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), considerando abril de 2001 como mês inicial e agosto de 2019 como final na conversão, o valor atualizado daquele celular é de R$ 915,92.

– Quanto era preciso gastar para ganhar uma camisa oficial do meu time do coração?

Além dos 299 reais para comprar o celular personalizado, era preciso recarregar mais R$ 200 em um prazo de até seis meses após a ativação da linha. Embora no anúncio a Telesp Celular citasse quatro recargas de R$ 50, também era possível fazer em duas de R$ 100, ou uma de R$ 100 e duas de R$ 50.

O fato é que a brincadeira não sairia por menos de R$ 499. Ou seja, o torcedor precisava gastar ao todo R$ 1.528,58 para levar celular personalizado e a camisa. Mas, pelo menos, poderia usar um aparelho de telefonia móvel e consumir os serviços prestados pela Telesp Celular com os créditos colocados. Barato, como já dissemos, não era.

– Houve promoções posteriores para baratear o celular?

Sim, e um exemplo foi logo no mês de maio. Em anúncio publicado no jornal O Estado de S. Paulo, a Telesp Celular anunciava um desconto de 100 reais. Vendia por R$ 199. Na propaganda, estavam em destaque os aparelhos personalizados de Santos, Corinthians e Ponte Preta, mas a promoção valia para todos. É que esses três clubes eram semifinalistas do Paulistão naquela época.

O Timão eliminou o Peixe naquele histórico gol de Ricardinho nos acréscimos. Mas a Macaca caiu diante do Botafogo de Ribeirão Preto, que não tinha celular personalizado, mas avançou rumo à final, onde perderia o título para o time do Parque São Jorge.

Considerando o preço de R$ 199 e fazendo a comparação com o IPCA desde maio de 2001, o valor atualizado naquela promoção é de R$ 606,08. 

Veja como eram algumas das propagandas do Peg & Fale Gol na televisão em 2001:

E o mais incrível é que a gente ainda achou, na pesquisa, uma página de busca do aparelho no Mercado Livre.

Vale lembrar que a iniciativa da Telesp Celular em 2001 nem era inédita. Só para ficar em um exemplo, a Telebahia Celular lançou em 1999 modelos personalizados para torcedores de Bahia e Vitória. Só não tinham tantas promoções relacionadas a futebol inclusas como seria dois anos mais tarde com os grandes paulistas.

LEIA MAIS
– Como era e quanto custava comprar uma camisa oficial dos grandes de SP nos anos 1980? 
– Como era e quanto custava comprar as camisas oficiais dos grandes do RJ nos anos 1980?
Corinthians x Palmeiras: quanto custavam os ingressos da final do Brasileirão de 1994?
Veja como era o primeiro site oficial do Palmeiras em 1996