As mudanças recentes nos jogos do Santos no Brasileirão fizeram com que a competição chegasse à marca de 49 alterações na tabela este ano bem antes do fim do primeiro turno. CBF, Copa América e os próprios clubes foram responsáveis pela maioria das trocas em horários, datas e locais das partidas. A TV, que normalmente leva a fama por modificar demais o calendário, teve participação menor até aqui.

O Blog do Allan Simon compilou os dados de alterações que constam na tabela oficial do Brasileirão 2019 no site da CBF. Consideramos o conceito de “alteração” levando em conta o mesmo critério da entidade, ou seja, toda publicação com mudança de data, local e/ou horário realizada apenas após a divulgação da tabela detalhada daquela rodada. Portanto, a primeira divulgação, quando a tabela básica “ganha vida” com a definição inicial dessas informações, não entra nessa conta. Os dados estão atualizados até as 17h40 desta quarta-feira (03).

Mesmo assim, as primeiras 13 rodadas da competição já contam com 49 mudanças. Uma média impressionante de 3,76 alterações por rodada. Praticamente quatro vezes em cada jornada do Brasileirão existe uma modificação de tabela. A CBF, por causa das tabelas da Copa do Brasil, da Copa Sul-Americana, e da indefinição sobre a disponibilidade dos estádios que sediariam a Copa América, foi responsável por 24 alterações. Metade delas foi por causa da competição continental.

Houve, ainda, um adiamento de Goiás x Corinthians por causa do intervalo mínimo entre partidas. O time paulista jogou em uma quinta-feira pela Sul-Americana e na terça seguinte pela Copa do Brasil, inviabilizando o fim de semana entre os jogos. Essa partida segue sem data. Não consideramos o adiamento de Athletico Paranaense x São Paulo, em agosto, quando o Furacão vai viajar ao Japão para a disputa da Levain Cup (antiga Copa Suruga Bank), porque o jogo nunca chegou a ter uma definição de data, local e horário.

Dados: CBF, compilados pelo Blog do Allan Simon

Na sequência, os clubes aparecem como os mais causadores das mudanças. Foram 12 mudanças realizadas a pedido dos mandantes. Houve casos em que partidas mudaram de local duas vezes a pedido do mesmo time. Aconteceu, por exemplo, com Santos x Corinthians, modificado da Vila Belmiro para o Pacaembu, e do Pacaembu para a Vila Belmiro novamente. Por mais que seja uma volta ao que estava na tabela original, a alteração é considerada na conta porque pode ter mudado o planejamento de que pretendia ir ao estádio, seja em Santos, seja em São Paulo.

O Peixe aparece como o responsável por cinco alterações da tabela, todas referentes a local dos jogos, alternando entre Pacaembu e Vila Belmiro. A “venda de mando” também está listada no item “clubes”, contando os jogos que Vasco (x Corinthians), Botafogo (x Palmeiras) e CSA (x Flamengo) decidiram mandar longe de seus domínios. O time da Colina jogou em Manaus, enquanto os outros dois mandaram em Brasília.

Palmeiras e Atlético-MG fizeram uma mudança cada um, mas mantendo a partida na sua cidade original. O Verdão, por indisponibilidade do Allianz Parque, mandou o clássico contra o Santos no Pacaembu em maio. Uma semana antes, venceu o Galo mineiro no Mineirão, quando a tabela original previa a partida no Independência.

Fortaleza e Vasco fizeram pedidos de mudanças de horário em partidas (uma de cada clube) que serão realizadas após o fim da Copa América, fechando a lista de alterações provocadas por clubes.

A TV aparece com 11 modificações na tabela. Seis delas foram em partidas que ainda vão acontecer nas próximas rodadas. Ou seja, o papel de Grupo Globo e Turner antes da pausa para a Copa América foi bem mais discreto nas alterações do Brasileirão, com apenas cinco mudanças. Desse total até agora, dez mudanças foram feitas a pedido do Grupo Globo, e apenas uma pela Turner.

O canal TNT pediu apenas a modificação de horário no duelo entre Bahia e Ceará, no último dia 8 de junho, e foi em resposta à alteração no horário de Palmeiras x Athletico Paranaense, na mesma data, a pedido da Globo. É que essa partida também seria transmitida pela Turner, e acabou sendo colocada em simultâneo com o duelo entre baianos e cearenses, forçando a mudança para que o canal do Esporte Interativo continuasse a ter uma rodada dupla.

Duas mudanças foram feitas por causa de motivos externos, como a realização de um evento nas proximidades da Ressacada no fim de maio, forçando a ida de Avaí x Ceará do fim de semana para a segunda-feira seguinte. O outro caso foi a indisponibilidade da Arena Fonte Nova para receber Bahia x Santos, no próximo dia 13, que foi modificado para o Pituaçu.

Mais uma curiosidade: com tudo isso, o Santos foi o time que mais sofreu alterações em seus jogos. Foram 12 ao todo. Nenhum clube passou ileso. Todos tiveram alguma modificação na tabela. O CSA foi quem sofreu menos: apenas uma.

Confira a lista de jogos que tiveram alterações na tabela do Brasileirão:

Vasco 1 x 1 Corinthians – 1 alteração
Goiás 2 x 1 Ceará – 1 alteração
Santos 3 x 0 Vasco – 1 alteração
Atlético-MG 0 x 2 Palmeiras – 1 alteração
Fortaleza 0 x 1 São Paulo – 1 alteração
Fluminense 4 x 1 Cruzeiro – 2 alterações
Palmeiras 4 x 0 Santos – 1 alteração
São Paulo 0 x 0 Bahia – 1 alteração
Chapecoense 1 x 3 Fortaleza – 1 alteração
Botafogo 0 x 1 Palmeiras – 1 alteração
Grêmio 1 x 0 Atlético-MG – 1 alteração
Flamengo 3 x 2 Athletico – 1 alteração
Corinthians 1 x 0 São Paulo – 1 alteração
Cruzeiro 1 x 2 Chapecoense – 1 alteração
Bahia 3 x 2 Fluminense – 1 alteração
Fortaleza 1 x 1 Vasco – 1 alteração
Avaí 1 x 2 Ceará – 1 alteração
Corinthians x Goiás – 1 alteração (adiado)
Flamengo 2 x 0 Fortaleza – 1 alteração
Bahia 1 x 0 Grêmio – 2 alterações
São Paulo 1 x 1 Cruzeiro – 1 alteração
Chapecoense 1 x 2 Palmeiras – 1 alteração
Vasco 2 x 1 Internacional – 1 alteração
Palmeiras 1 x 0 Athletico – 1 alteração
Grêmio 1 x 0 Fortaleza – 1 alteração
Cruzeiro 0 x 0 Corinthians – 2 alterações
Ceará 0 x 0 Bahia – 1 alteração
Fluminense 0 x 0 Flamengo – 2 alterações
Santos 3 x 1 Atlético-MG – 4 alterações
CSA 0 x 2 Flamengo – 1 alteração
Santos 1 x 0 Corinthians – 2 alterações
Chapecoense 1 x 1 Fluminense – 1 alteração
Fortaleza x Avaí – 1 alteração
Bahia x Santos – 1 alteração
Vasco x Fluminense – 1 alteração
Bahia x Cruzeiro – 1 alteração
Internacional x Grêmio – 1 alteração
Botafogo x Santos – 1 alteração
Corinthians x Flamengo – 1 alteração
Santos x Avaí – 1 alteração
Santos x Goiás – 1 alteração

LEIA MAIS
Brasileirão: veja quantas vezes cada time apareceu na Globo após nove rodadas 
– Tabela do Brasileirão mantém Grêmio fora da TV aberta até a 15ª rodada 
– Quanto custava assinar o Premiere no primeiro ano de PPV no Brasileirão em 1997? 

Foto: Lucas Figueiredo/CBF