Disputada entre setembro e dezembro de 1987, a Copa União foi uma competição organizada pelos maiores clubes do futebol brasileiro, que se rebelaram contra a CBF e decidiram fazer um campeonato nacional mais enxuto, apenas com 16 participantes, mas que acabou em uma discussão que dura até os dias de hoje.

Afinal de contas, seu vencedor, o Flamengo, e o vice-campeão, Internacional, se recusaram a cumprir o exigido pela confederação para validar aquela conquista como título brasileiro de 1987: participar de um quadrangular com os dois melhores times do campeonato organizado pela CBF, conhecido como Módulo Amarelo, Sport e Guarani.

O time pernambucano acabou vencendo a equipe de Campinas e ficou com o título nacional. Esses dois clubes foram os representantes do Brasil na Libertadores de 1988. Mas não estamos aqui para falar quem é o campeão brasileiro de 1987, e sim para falar das finanças que envolveram a Copa União, especificamente.

O Blog do Allan Simon vai revisitar o passado do futebol brasileiro desde a Copa União de 1987 por um simples motivo: foi feito nela o primeiro contrato de transmissão em televisão por uma competição nacional no Brasil. Até então, os acordos com as emissoras eram pontuais, como o que levou a Rede Manchete a comprar com exclusividade a final da edição anterior do Brasileirão, vencida pelo São Paulo contra o Guarani.

No primeiro episódio, vamos relembrar na seção “Quanto Custava?” os valores que os clubes pagavam em média aos seus jogadores na Copa União de 1987. Lembrando, os clubes que participaram daquele torneio (que, para a CBF, era apenas o “Módulo Verde” do Brasileirão) foram: Flamengo, Internacional, Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo, Fluminense, Palmeiras, Botafogo, Vasco, Bahia, Coritiba, Goiás, Santa Cruz, Santos e Corinthians.

A revista Placar, em sua edição número 916, publicada no dia 18 de dezembro de 1987, trouxe uma grande pesquisa feita com 252 jogadores dos 16 times integrantes da Copa União. Em média, foram consultados 16 jogadores por equipe. Mas os elencos profissionais, naquela época, de acordo com o Guia da Copa União publicado pela própria Placar em setembro de 1987, tinham, em média, 25 jogadores.

Aceitando que a pesquisa era bastante abrangente para os padrões da época, vamos fazer a atualização monetária para entender quanto custavam as folhas salariais desses clubes. A projeção para cada clube leva em conta o valor médio dos salários multiplicado por 25.

De acordo com a Placar, o salário médio de um jogador da Copa União de 1987 era de Cz$ 75.875. Ou seja, pouco menos de 76 mil cruzados por mês. Usando a ferramenta do Banco Central do Brasil para a conversão de moedas e correção monetária pela inflação medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) entre dezembro de 1987 e junho de 2019 no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o ganho médio de um atleta naquela competição foi de R$ 11.387 em valores de hoje. 

Como sempre fazemos nesta série, também comparamos com o salário mínimo da época. Em dezembro de 1987, o salário mínimo por lei no Brasil era de Cz$ 3.600. Ou seja, o valor médio da remuneração de um jogador de futebol nos clubes mais ricos do país era equivalente a 21 salários mínimos. Hoje em dia, 21 salários mínimos dariam algo em torno de R$ 21 mil. 

O Blog do Allan Simon montou a tabela a seguir, com os salários médios divulgados pela revista Placar para cada um dos clubes, colocando ao lado os valores corrigidos pela inflação até hoje, e, na sequência, projetando as folhas salariais para elencos com 25 jogadores. Lembrando, trata-se apenas de uma projeção, já que clubes poderiam ter mais ou menos atletas em seus elencos profissionais.

Como podemos ver, o salário médio mais alto do Brasil estava no Rio de Janeiro. E justamente com o time que acabou campeão da Copa União, o Flamengo, que pagava 188 mil cruzados por mês, em média, aos seus jogadores. O Fluminense vinha logo atrás, com 181 mil cruzados, mas muito impulsionado por ter em seu elenco o atleta mais bem pago do futebol brasileiro em 1987, segundo a Placar.

O meia paraguaio Romerito, nome histórico do Fluminense, ganhava 850 mil cruzados por mês, um salário que hoje ficaria na casa dos R$ 127,5 mil na correção monetária, mas que pode ser entendido também como uma remuneração equivalente a 236 salários mínimos da época, algo como R$ 236 mil atualmente.

As menores médias salariais estavam com Palmeiras e Goiás. O Verdão pagava 33 mil cruzados por mês aos jogadores, enquanto o Esmeraldino arcava em média com 30 mil cruzados. Esses valores, atualizados, ficam abaixo de R$ 5 mil. As folhas salariais de ambos ficariam abaixo de R$ 130 mil por mês no dinheiro de hoje.

Considerando a projeção de 25 jogadores no elenco, a folha mais cara, a do Flamengo, teria um custo mensal atual de pouco mais de R$ 705 mil. Em 2019, segundo divulgou o jornalista Mauro Cezar Pereira em seu blog no UOL Esporte, o clube que possui a folha salarial mais alta, o Palmeiras, gastava R$ 8,5 milhões (ainda com Ricardo Goulart no elenco).

Toda essa diferença porque, ao longo desses 32 anos, o futebol brasileiro aprendeu a ganhar mais dinheiro com TV e outras fontes de renda. Mas graças a um processo iniciado naquela competição vencida pelos rubro-negros e organizada por todos os integrantes do Clube dos 13, que convidaram Santa Cruz, Coritiba e Goiás para a “festa”, mas deixaram de fora o então vice-campeão brasileiro, o Guarani, dando motivos para contestação posterior quanto ao formato e legitimidade do torneio.

No próximo capítulo, vamos entender quanto dinheiro a Copa União de 1987 rendeu aos clubes brasileiros. E quanto valia o primeiro contrato de TV assinado pelo Clube dos 13 com a Rede Globo, além do acordo de publicidade com a Coca-Cola. Ainda nesta série, vamos relembrar os preços de ingressos, públicos e rendas da competição realizada e organizada pelos próprios times na luta contra a CBF.

LEIA MAIS
– Quanto custava comprar uma camisa oficial da seleção na Copa de 1994? 
– Quanto custava o Guia da Copa do Mundo de 1994 da Placar? 
– Quanto custava assinar o Premiere no primeiro ano de PPV no Brasileirão em 1997? 
– Quanto custava um ingresso para a final da Copa América há 30 anos no Brasil?