O Palmeiras triplicou a quantidade de partidas exibidas pela TV Globo no Brasileirão em São Paulo após começar uma nova fase de títulos no futebol. Nos últimos três anos, o Verdão teve pelo menos 12 jogos exibidos por edição da competição nacional. Em 2015, antes de ser campeão da Copa do Brasil, o time alviverde teve apenas quatro jogos exibidos no Campeonato Brasileiro.

Os números são parte de um levantamento amplo feito com os jogos transmitidos pela Globo em São Paulo em toda a era dos pontos corridos. Este é o primeiro post da nova série. Ao longo dos próximos dias, vamos publicar diversas matérias com análises dos números e a exposição dos clubes na maior emissora do país, considerando o maior mercado publicitário brasileiro.

No mesmo período, devido a uma política de valorização do PPV (pay-per-view), a Globo reduziu as aparições do Corinthians. Em 2015, ano no qual faturou o seu sexto título brasileiro, o Timão teve 19 jogos transmitidos para o público paulista. Naquela ocasião, as partidas ainda eram exibidas tanto pela Globo, como pela Band. No ano passado, fazendo campanha fraca, o time viu esse número cair praticamente pela metade: foram apenas 10 jogos.

Mas a campanha em si não explica totalmente os números. O processo de distribuição mais equilibrada das transmissões entre Corinthians, Palmeiras e São Paulo vem acontecendo de forma contínua desde 2016. Prova disso é que o time alvinegro voltou a ser campeão brasileiro em 2017, quando teve 15 jogos transmitidos. Quatro a menos que no título de 2015, e dois a menos que em 2016, quando teve rendimento muito discreto.

O Palmeiras, entretanto, deu o salto praticamente de um ano para o outro. Depois de cair de cinco (em 2014) para quatro partidas exibidas pela Globo em São Paulo no Brasileirão 2015, pulou para 12 no ano seguinte, quando faturou o troféu do Brasileirão pela nona vez. Em 2017, edição na qual o Verdão fez campanha cambaleante durante toda a temporada e, mesmo assim, terminou vice-campeão, o número chegou a 13, a mesma quantidade exibida em 2018, ano do décimo troféu palmeirense na competição.

Se parte dos jogos a mais transmitidos do Palmeiras saiu da conta do Corinthians, outra foi do São Paulo. O Tricolor, que teve 17 partidas exibidas em 2015, fechou 2018 com 13, quatro a menos. Outro fator que aconteceu neste período foi a diminuição de jogos da Globo na TV aberta. O ano de 2018 teve 37 partidas transmitidas, contra 39 em 2015. Uma rodada inteira do ano passado, por exemplo, no fim de semana do primeiro turno das eleições presidenciais, ficou sem partidas no sinal aberto.

O Santos, por sua vez, não fez parte desse movimento em torno da redistribuição dos jogos. O Peixe teve apenas quatro jogos transmitidos na região metropolitana de São Paulo em 2015, apenas dois em 2016 e 2017, e três em 2018.

O recorde de transmissões do Palmeiras na Globo SP em uma única edição do Brasileirão nos pontos corridos foi registrado em 2008, quando o Corinthians estava na Série B e jogava em outros dias e horários. O Verdão teve 19 partidas mostradas pela emissora, mesmo número do São Paulo, que foi campeão naquele ano e também registrou seu recorde de jogos no canal naquela temporada, aproveitando a ausência do rival alvinegro.

O Raio-X do Brasileirão na TV

Este levantamento foi feito pelo Blog do Allan Simon em parceria com o jornalista Rafael Alaby, do site Torcedores.com. Foram catalogadas 655 partidas transmitidas pela TV Globo no Brasileirão entre 2003 e 2018 em São Paulo, mercado publicitário de enorme peso nas definições de exposição e investimento em mídia. Não estão consideradas as exibições de jogos diferentes nas mesmas datas nas emissoras afiliadas da Globo no estado, pois são transmissões muito regionalizadas que recortam demais o público consumidor.

Para chegar a estes dados, foram consultados os arquivos dos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, do site Papo de Bola, além de informações nos sites da CBF. A checagem dupla para confirmar datas de transmissões exclusivas para São Paulo, ou dias em que a região metropolitana viu outras competições enquanto a rede via o Brasileirão, foi feita também com pesquisas aos arquivos dos jornais O Globo (RJ) e Correio do Povo (RS). Também foram consultados vídeos disponíveis no YouTube que chancelaram as transmissões da Globo nas partidas catalogadas.

Este estudo não tem a intenção de comparar as audiências dos jogos do Brasileirão, pois lidamos com um período muito amplo, entre 2003 e 2018, com profundas mudanças no consumo e nos hábitos do povo brasileiro.